Todas as Categorias

Cólicas em bebês: formas de aliviar esse desconforto

Quase todos os bebês, a partir de duas semanas de vida, passam por um período de irritação em algum momento do dia sem nenhuma razão especial, aparentemente. No entanto, às vezes esse período normal de irritação acaba se transformando em períodos prolongados de choro contínuo que parece não se acalmar por nada. Esses episódios que testam o coração da nova mamãe podem indicar que o bebê está com cólicas.

O que é cólica?
A cólica pode ser definida por episódios de choro intenso e alto, sem nenhuma razão aparente, por três ou mais horas ao dia, durante três ou mais dias por semana, por cerca de três semanas seguidas ou mais. Esses períodos de choro normalmente começam entre duas e quatro semanas de vida e podem ocorrer a qualquer momento do dia ou da noite, frequentemente entre seis da tarde e meia-noite.
Cerca de um quinto dos bebês tem cólicas. Meninos e meninas são afetados igualmente e bebês que mamam no peito ou tomam fórmula também. Esse choro intenso geralmente atinge o pico entre o segundo e o terceiro mês de vida do bebê, mas o tempo que as cólicas normalmente duram varia de bebê para bebê. Ela costuma passar completamente até no máximo 6 meses de vida.

O que causa cólicas?
Os especialistas não sabem ao certo o que causa as cólicas, mas algumas explicações possíveis são:
O sistema digestivo do bebê ainda está se desenvolvendo, causando desconforto, que o bebê comunica com o choro.
O refluxo pode estar fazendo o bebê se sentir desconfortável.
O bebê está com gases e isso causa o desconforto.
Bebês com poucas semanas podem se sentir estimulados pelo ambiente quando o dia chega ao fim e o choro acontece quando essa nova informação – o desconforto – se torna a gota d’água.
Algumas pesquisas sugerem que as alergias alimentares ou a exposição à fumaça do cigarro podem causar cólicas.

Sintomas da cólica
É natural sentir-se ansiosa a respeito desenvolvimento de seu recém-nascido e preocupar-se a respeito da diferença entre o choro da cólica e o choro normal. Se você suspeita que seu bebê está com cólica, preste atenção se ele:
Encolhe e estica as pernas.
Arqueia as costas.
Mexe os braços e pernas.
Fica o rosto corado ou avermelhado enquanto chora.
Fecha as mãozinhas.
Parece estar com dor.
Está com a barriga inchada e solta gases. Esse sintoma de cólica pode ser por causa do ar que o bebê que chora acaba engolindo, ou por precisar arrotar mais depois de mamar.

Formas de aliviar a cólica do bebê
Mantenha a calma, pois a ansiedade dos pais pode ser percebida pelo bebê. Segure o bebê no colo encostando a barriga dele contra o seu corpo. Caminhe com ele, a fim de acalmá-lo ou leve-o para um ambiente tranquilo.
Em seguida coloque o bebê de barriga para cima e acomode em cima da barriguinha a Faixa Térmica Abdominal da Zip que possui ervas medicinais e ameniza as cólicas e dores em geral. O refil pode ser aquecido no micro-ondas e ser reutilizado até 35 vezes. O produto é feito em plush macio, tecido interno em malha de algodão e compartimento com abertura e ajuste de velcro para se adaptar ao tamanho do bebê. Você pode comprar esse produto na loja Cuida Bebê: www.cuidabebe.com.br
Fonte: sites Pampers e Minha Vida.